VI Prêmio

O Grupo Ascensores Enor convoca a VI edição do Prémio de Arquitectura Ascensores Enor.

 

Fotografía Amador Lorenzo

 

No mês de novembro de 2011, faz agora justamente dois anos, quando se concluía a V edição dos Prémios de Arquitetura Ascensores Enor, estávamos convencidos que seria esse o momento ideal para reservarmos um tempo, realizar um balanço e valorizar criticamente o que tinha representado o prémio tanto para a empresa, desde uma leitura interna, como para o setor da Arquitetura em geral e para os arquitetos e arquitetas em particular.

 

Ficamos com a sensação naquela altura, cinco edições depois, que tínhamos adquirido o conhecimento e a experiencia suficientes para poder examinar se o prémio tinha cumprido com os objetivos e as motivações que estiveram por detrás da sua origem em 2005 e também para detetar se existiria alguma inercia que nos afastasse deles e que fosse necessário retificar.

 

Pelo caminho, nas suas cinco convocatórias, desde a primeira em 2005, até à quinta em 2011, o prémio foi evoluindo de maneira natural. Com uma primeira intenção e mantida ao longo de todas as edições, de reconhecer o trabalho de todo o setor e de prestigiar a arquitetura de qualidade entre a sociedade, o prémio passou de ter uma repercussão limitada territorialmente a consolidar-se como um dos prémios de Arquitetura de referência, em toda a Península Ibérica.

 

Desde a segunda edição, na qual foi incluído entre os galardões o Prémio de Arquitetura Jovem, ou desde a quarta no ano 2009, na qual foi ampliado o seu âmbito geográfico e a partir da qual passou a poder concorrer qualquer obra realizada em Portugal e Espanha, o Prémio de Arquitetura Ascensores Enor não fez mais que ir dando resposta aos comentários e sugestões que nos iam chegando de todo o setor. Comentários que sempre foram recebidos com gratidão e que agora, com alguma perspectiva, os valorizamos como uma das ferramentas mais úteis que tivemos ao nosso serviço para poder ir melhorando o prémio em cada uma das novas edições.

 

Entre as muitas alegrias que nos tinham reportado sobre a organização do Prémio de Arquitetura Ascensores Enor até 2011, identificamos algumas que nos faziam sentir especialmente satisfeitos. Em primeiro lugar a alta participação de arquitetos e a qualidade dos projetos recebidos; assim como a grande quantidade de obras apresentadas a concurso na última edição que sem qualquer dúvida superavam as expectativas que depositamos no prémio no ano de 2005. Em segundo lugar termos sido capazes de editar, de maneira ininterrupta, um livro com todas as obras premiadas, finalistas e selecionadas e que este fora recebido de maneira tão positiva por parte da comunidade de arquitetos, sendo reconhecido como uma das melhores referências disponíveis para conhecer a Arquitetura realizada em Portugal e Espanha. E por último lugar, ter tido a oportunidade de conhecer, partilhar experiencias e aprender através dos melhores profissionais da Península Ibérica, começando por todos os arquitetos que fizeram parte do Júri, a quem estamos especialmente agradecidos por terem querido colaborar com esta iniciativa e em quem devemos a maior parte do prestígio que o prémio tenha podido adquirir.

 

Pelo lado das incertezas, se bem que no ano 2011 já se percebia que o complicado do contexto atual seria algo inevitável, os dois últimos anos trouxeram-nos a confirmação de uma realidade de uma acusada complexidade para todo o setor. Esta situação, tanto do ponto de vista humano como profissional não é alheia para o Grupo Ascensores Enor, além de ter implicações lógicas, em maior ou menor medida, na sua atividade empresarial.

 

No entanto e porque não, motivados precisamente por essas mesmas incertezas e com o ânimo de as mitigar na medida do que nos for possível ou mesmo de lhes fazer frente invocando a qualidade e o compromisso pela boa Arquitetura, foi convocado o VI Prémio de Arquitetura Ascensores Enor 2014.

 

Baseando-nos na situação atual, entendemos oportuno introduzir uma série de alterações na estrutura do prémio que possam garantir a sua sustentabilidade ainda que mantendo o compromisso com os que para nós são valores irrenunciáveis do prémio: independência, qualidade e rigor, exemplarizados em cada um dos membros do Júri da presente edição: Eduardo Souto de Moura – Presidente do Júri –, Juan Domingo Santos –Grande Prémio Enor 2011—, Fredy Massad, Luis Martínez Santa-María, Juan Creus Andrade e Carlos Quintáns Eiras —Secretário do Júri—.

 

A partir desta convocatória, que se inicia a partir deste momento — já é possível consultar o Regulamento e o calendário do prémio—, são suprimidos os prémios territoriais — Galiza, Madrid, Castela-Leão e também Portugal— e são mantidos como prémios únicos o Grande Prémio Enor, para a melhor obra realizada em Portugal ou Espanha durante os últimos anos e o Prémio Enor de Arquitetura Jovem, para a melhor obra realizada em Portugal ou Espanha por um arquiteto com menos de 40 anos de idade. Esta decisão, que também tem o seu reflexo na composição do Júri, vem fundamentada também pela consolidação do carácter peninsular do prémio.

 

Por fime da mesma forma que em todas as edições anteriores e por se tratar de uma das suas senhas de identidade, será publicado um catálogo que explicará detalhadamente e com um vasto material gráfico, todas as obras premiadas e finalistas, além de incluir um texto crítico das obras reconhecidas, mantendo sempre os mesmos níveis de qualidade.

 

O Prémio de Arquitetura Ascensores Enor foi um prémio concebido desde a Arquitetura, para os arquitetos e com os arquitetos e a partir da firme certeza de que a boa Arquitetura enriquece os nossos territórios, as nossas cidades e definitivamente, nossa sociedade. No Grupo Ascensores Enor acreditamos que um prémio com estes valores continua a ser necessário, quem sabe mais agora que nunca e por isso convidamo-los a participar nesta sexta edição com o mesmo ânimo e ilusão de outras vezes e somente esperamos que possa continuar a ser recebida como a festa da Arquitetura que sempre quis ser.

 

Ficaremos à Vossa espera!

 

Grupo Ascensores Enor
11 de dezembro de 2013

© 2014. Grupo Ascensores Enor